Dúvidas


Aqui você confere algumas das dúvidas mais frequentes sobre energia fotovoltaica.

1O que é Energia Fotovoltaica?
Energia fotovoltaica é a energia elétrica produzida a partir de luz solar.
2Aquecimento Solar e Energia Solar são a mesma coisa?
Não. Os sistemas de aquecimento solar são utilizados apenas para aquecimento, por exemplo, de ambientes e água dos chuveiros. Já o sistema de Energia Solar produz energia elétrica que pode ser utilizada para suprir todas as necessidades da sua casa ou empresa.
3Qual a diferença entre energia solar térmica e fotovoltaica?
A geração solar térmica consiste na transformação da energia do sol em calor para a utilização no aquecimento de água em residências, hotéis, clubes, etc. Para captar essa energia são usados COLETORES solares. Na geração solar fotovoltaica, a energia é diretamente convertida em eletricidade e, neste caso, são utilizados MÓDULOS solares.
4Com a Energia Fotovoltaica eu "zero" a minha conta de luz?
Infelizmente a maioria das Distribuidoras de energia irão lhe cobrar um mínimo para estar conectado na rede e além disso tem a taxa de iluminação pública que é cobrado na conta também. Mas você consegue reduzir em até 95% o que você paga atualmente.
5Como o sistema de energia solar funciona a noite?
Ele não funciona de noite. Você produz energia durante o dia e se gerar mais do que está consumindo, esta energia vai para a rede da distribuidora que vira créditos de energia que serão usados para abater o seu consumo da noite.
6O sistema de energia solar faz barulho?
Não. Os equipamentos não emitem nenhum tipo de ruído.
7Se acabar a luz da rua o meu sistema de energia solar continua funcionando?
Não. Se o seu sistema estiver conectado na rede elétrica da distribuidora o inversor fotovoltaico irá desligar e isolar o seu sistema fotovoltaico por uma questão de segurança.. Sim. Se você tiver um sistema de energia solar com backup de baterias, ou seja, você tem um sistema fotovoltaico conectado à rede e possui um grande “no-break” com baterias na sua casa ou empresa.
8Como o sistema de energia fotovoltaico me ajuda em um racionamento de energia?
Quando o governo estabelece um limite máximo de consumo, as residências que ultrapassar paga uma multa. Se você tem um gerador de energia solar você produzirá a sua energia e não pagará multa se houver racionamento novamente.
9É possível desligar minha ligação com a concessionária de energia e ficar independente?
Sim, mas caso sua residência seja atendida por alguma concessionária de energia este tipo de projeto não é recomendável. Para se tornar independente, é necessário armazenar a energia gerada em um sistema de baterias para que seja utilizada em dias muito nublados e durante a noite, mas as baterias são caras, demandam alta manutenção e precisam ser substituídas com frequência, o que torna o projeto economicamente inviável. Além disso, o descarte das baterias gera poluição e reduz as vantagens ecológicas do uso de energia limpa.
10O que acontece com a energia que eu produzo e não consumo?
Toda a energia gerada pelo sistema e não consumida é automaticamente fornecida para a rede pública de eletricidade. Através do relógio bidirecional, a quantidade de energia injetada é medida e computada pela concessionária como crédito para você. Estes créditos vêm explícitos na conta de luz e podem ser consumidos em até 60 meses. Nosso sistema de monitoramento online permite que você verifique a quantidade de energia produzida pelo seu sistema. Você pode até produzir energia em um endereço e consumir os créditos em outro, desde que eles estejam na área de atuação da mesma concessionária.
11O que acontece se chover por dias seguidos?
Sem sol, seu sistema de geração de energia solar produz menos energia e pode ser que nesse período você consuma os créditos que foram gerados em dias de sol, mas no médio e longo prazo, essas semanas chuvosas já estavam previstas nas estimativas de geração do seu sistema, já que utilizamos bases estatísticas históricas de irradiação solar.
12Eu uso energia da concessionária ou energia gerada pelo sistema?
Depende do momento. O sistema é misto, ou seja, quando há sol, você consome diretamente a energia gerada pelo sistema e, caso produza mais do que está consumindo, o excedente é injetado na rede da sua concessionária, gerando créditos. Quando essa energia gerada não é suficiente ou em momentos sem geração (à noite), você consome da concessionária em forma de crédito. Ao final do mês, sua conta de luz é como uma conta corrente que contabiliza débitos e créditos.
13Como é feita a conexão do meu sistema com a rede elétrica?
Quem realiza esse procedimento é a empresa que vai instalar o sistema. Basicamente eles conectam os painéis solares no Inversor e o Inversor em seu quadro de distribuição (quadro de luz). Daí a energia gerada é distribuída para sua casa ou empresa.
14O que é a homologação do sistema junto a distribuidora?
É um procedimento padrão onde a sua distribuidora de energia verifica se o seu sistema de energia solar foi construído de acordo com as normas de segurança. Não se preocupe com isso, quem deve lhe dar esta garantia é a empresa que vai instalar o sistema na sua casa ou empresa.
15Como é a manutenção?
Apenas uma limpeza nas placas é necessário se elas ficarem muito sujas.
16Posso instalar no meu condomínio?
Sim, a ANEEL já permite o compartilhamento de um único sistema por condôminos, além da possibilidade de conectar o sistema com a área comum do condomínio.
17Dá para um apartamento usar energia solar?
Sim, desde que o apartamento tenha área disponível de sol suficiente para se instalar as placas, como é o caso de coberturas ou apartamentos no último andar.
18Quais os incentivos federais, estaduais e municipais que eu tenho direito?
A tributação é reduzida na importação dos materiais que compõem o sistema, o que ajuda a diminuir o custo. Além disso, diversas cidades oferecem incentivos fiscais para micro e mini geradores fotovoltaicos (denominação técnica para quem tem um sistema de energia solar em casa), como descontos no ITBI, ISS e até 20% de desconto no IPTU. Os estados que isentam o ICSM dos auto-geradores já chegam a 14 e este número não para de crescer. Além disso, Governo Federal aprovou a isenção total de PIS e COFINS da geração distribuída.

Ainda com perguntas sem respostas?

Entre em contato conosco e tire sua dúvida.